Seguidores

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Boas Festas Feliz Natal









Grata a você que passou o ano de 2012 sempre me visitando.
Desejo a todos um Feliz Natal.
E que o ano que se inicia venha com energias positivas trazendo muita Paz,Alegrias ,Felicidade e Amor.
Desejo a cada um de vocês a melhor porção que Deus sempre proporciona a seus filhos




Célia Macedo

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

pintor verdadeiro







Um nordestino ameaçado de extinção
O Pintor-verdadeiro, uma das mais belas aves da fauna do Nordeste, encontra-se na lista vermelha das aves ameaçadas de extinção.
Também conhecido como pintor, sete-cores-do-nordeste e saíra-pintor, é uma ave passeriforme da família Thraupidae. Sendo uma das aves mais procuradas por criadouros ilegais devido à sua beleza. Sua alimentação é composta de frutos, brotos, insetos e pequenos vermes.
Essa grande procura fez com que seu nome fosse parar na lista internacional de aves ameaçadas de extinção da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) na categoria "vulnerável". Contudo, esteve na lista na categoria "criticamente em perigo" e regrediu para vulnerável. Mas ainda não há o que se comemorar, pois o tráfico de aves e a redução de habitat são os principais obstáculos para o re-estabelecimento das populações no Nordeste.
Em Alagoas, ainda é possível observar essa espécie em municípios como Quebrangulo, Murici, Pilar, Pindoba, São Miguel dos Milagres, além de Maceió. Porém, criar aves continua sendo uma prática comum, basta andar nas ruas desses municípios para ver a quantidade absurda de gaiolas penduradas nas varandas e fachadas das residências, chegando, às vezes, a dezenas em uma única casa.
Portanto, enquanto houver esse pensamento mesquinho de aprisionar nossas aves para deleite próprio e a ganância de se obter lucro através da comercialização ilegal de elementos de nossa fauna, estaremos, sempre, a caminho de um destino sem volta, o da extinção.

Sérgio Leal - Editor Voluntário do portal www.onordeste.com



http://ademircarosia.blogspot.com.br/2012/08/pintor-verdadeiro.html

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Quetzal resplandecente










Típica da América Central.
O quetzal-resplandecente tem o tamanho médio de 36 cm, com a cauda soma um total de 60cm. É uma ave de vida solitária e se alimenta de frutos e insetos.
Seu habitat são as florestas do México e da Guatemala.
Os antigos povos da Mesoamérica – Maias e Astecas – prestavam culto ao quetzal como ave sagrada e hoje em dia é a ave nacional do Guatemala.



http://www.clubedascalopsitas.com.br/forum/index.php?/topic/9386-curiosidades-aves-exoticas-e-estranhas/



Hoopoe







Da região da África, Europa e Ásia, e conhecida como ave nacional de Israel, a Hoopoe (Upupa epops). Essa ave é conhecida pelo seu vôo semelhante ao de uma borboleta. Possui técnica defensiva desagradável através de uma
glândula proximo do ânus, que produz uma substância com odor fétido. Esse é o famoso fedidinho rs

http://www.clubedascalopsitas.com.br/forum/index.php?/topic/9386-curiosidades-aves-exoticas-e-estranhas/

Jacu cigano








Essa ave é nativo da América do Sul e no Brasil pode ser encontrado nas zonas pantanosas e alagadas das bacias hidrográficas da Amazônia. O nome científico é Opisthocomus hoazin, mas é conhecido como cigana.Essa ave não voa, mas pode ser explicada pela dimensão relativamente grande de seu papo que perturba a distribuição muscular dos músculos responsáveis pelo voo. De estatura mediana que varia de 60 a 66 centimentros





http://www.clubedascalopsitas.com.br/forum/index.php?/topic/9386-curiosidades-aves-exoticas-e-estranhas/

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Cisnes



Espécies de cisnes
Cygnus
Cisne-negro (Cygnus atratus)
Cisne-branco (Cygnus olor)
Cisne-de-bewick (Cygnus bewickii)
Cisne-de-pescoço-preto (Cygnus melanocorypha)
Cisne-pequeno (Cygnus columbianus)
Cisne-trombeteiro (Cygnus buccinator)
Apororoca (Coscoroba coscoroba)


Cisne branco
(Cygnus olor)



Cisnes
É uma espécie de Cisne nativa da Eurásia. É uma ave não migratória, mas foi introduzida na América e noutras regiões como animal ornamental de jardins.




Cisne-negro
(Cygnus atratus)

É uma ave aquática australiana, oficial do estado da Austrália Ocidental.
Pertence à família Anatidae, a que pertencem os patos, gansos e cisnes.
Podem-se encontrar em todos os estados da Austrália. O animal adulto pode pesar até 9 kg. Ao contrário de muitas outras aves aquáticas, os cisnes negros não têm hábitos migratórios. Passam a sua vida no local onde nasceram.


REPRODUÇÃO;


Nidificam em grandes aterros que constroem no meio de lagos poucos profundos. Os ninhos são utilizados de ano para ano, reparando-se e reconstruindo-se quando necessário. O ninho está tanto ao cuidado do macho quanto ao cuidado da fêmea. As crias estão aptas para nadar, com a sua plumagem definitiva.

Fonte do texto e Imagens
http://recantodosabia.blogspot.com/

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Aves Migratorias







E muitos deles voam em bando, este é um costume da maioria das aves, especialmente as aves migratórias, ou seja, são aves que realizam migração, vão de um local a outro em determinada época do ano, geralmente em busca de alimento, devido ao clima ou no período de reprodução. Em geral, migram em busca de melhores condições de vida! Interessante, não é?

Voar em bando é um modo organizado das aves migratórias gastarem menos energia e conseguirem chegar a distâncias maiores. Dessa maneira, elas se organizam e voam também em forma de “V”, a fim de, um indivíduo do bando diminuir a resistência contra o vento e facilitar o vôo de quem está atrás, e a ave que se cansa dá a frente ao seu colega, dessa maneira a economia de energia é tanta, que ao fim da jornada, os pássaros alcançam até 70% mais longe do que se voassem sozinhos ou de forma desordenada! Bom, né?

Outro ponto positivo do vôo em bando é que uma ave protege a outra de predadores, que ficam preocupados de atacar uma delas e acontecer uma revoada das outras. Que interessante isso!


Alguns exemplos de aves migratórias:

• Aves marinhas

• Cisne

• Pelicanos

• Gansos

• Flamingos



http://blogdacasinhanaarvore.blogspot.com.br/2011/04/as-aves-adoram-viajar-em-bando-qual-o.html

domingo, 18 de novembro de 2012

Harpia



Ficha da Harpia



Tamanho: 90 cm – 100 cm
Comprimento: 1m80 – 2m 10
Peso: 8Kg – 9 Kg
Tempo Médio de Vida: 40 anos







É uma das grandes aves de rapina florestal da América do Sul. O seu habitat estende-se do Sul do México até ao Norte da Argentina.

As penas negras com as extremidades brancas por cima da sua cabeça e os seus olhos pretos dão-lhes um ar feroz. As suas patas são curtas e robustas e possui dedos muito poderosos com garras encurvadas e longas que permitem-lhe dominar os mamíferos que não conseguiu matar no primeiro impacto. As Harpias são predadores extremamente eficazes que podem realizar voos acrobáticos num meio florestal e com espaços muito reduzidos. É uma águia capaz de levantar e levar ao ninho presas que pesem até cerca de 70% do seu próprio peso. Alimenta-se de esquilos, ratos, macacos e serpentes.


As Harpias, tal como as águias em geral, são monógamas e foram pares unidos para toda a vida. Constroem o seu ninho em grandes árvores com ramos bem separados para facilitar o acesso e saído em voo. A época de reprodução vai desde Junho até Novembro. A duração da gestação ou de incubação é de 30 dias. A fêmea põe ovos em cada dois ou três anos e coloca cerca de um ou dois ovos, mas apenas o primeiro é que sobrevive. A jovem águia começa a voar aos seis meses do nascimento. A madureza sexual das crias é alcançada aos três a quatro anos.



Apesar desta espécie estar espalhada pelas florestas tropicais, os incêndios reduzem consideravelmente o seu habitat e consequentemente, o seu número. Por exemplo, as Harpias que povoavam a Costa Rica à uns anos já não existem. O crescimento da actividade humana, parece, como sempre, ser o responsável da diminuição do número de águias.

http://aves.mundoentrepatas.com/harpia.html

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O Amarelinho da Amazônia



  1. O Amarelinho da Amazônia é uma ave do grupo dos passeriformes. É encontrado na América do sul, inclusive no Brasil. Apesar do nome, o Amarelinho da Amazônia não é totalmente amarelo, tem marrom, cinza e preto. Assemelha-se a um Bem Te Vi. O Amarelinho da ,Amazônia se alimenta de frutas e insetos. Usa a fuga para se defender de predadores, como aves de rapina.

Fonte.http://otempovida.blogspot.com.br/

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Conheça o Tiê Sangue





O Tiê Sangue é um Réptil (Ave) do Grupo dos Passeriformes. É Encontrado Somente no Brasil. O Macho tem as cores vermelho, preto, cinza e branco pelo corpo. A Fêmea tem a cor marrom na maior parte do corpo. O Tiê Sangue se alimenta de frutas e insetos. Usa A fuga para se defender de predadores, como aves de rapina, cobras e felinos.

http://tudadaamazonia.blogspot.com.br/2012/05/conheca-o-tie-sangue.html

Batuíra de Coleira


A Batuíra de Coleira Dupla é um Réptil (Ave) do Grupo dos Charadriiformes. É encontrada na Antártida e na América do Sul, inclusive no Brasil. Tem várias cores pelo corpo, como marrom, cinza, preto e branco. Alimenta-se de pequenos animais, como peixes e crustáceos. A Batuíra de Coleira Dupla vive próxima ao Oceano. Migra para outras regiões durante o inverno.


http://tudadaamazonia.blogspot.com.br/2012/04/conheca-o-batuira-de-coleira-dupla.html

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Aves Exóticas: Coisas para Considerar Antes de Obter Uma

Aves Exóticas

As aves exóticas são grandes companheiras, estas aves são especiais e a vida se torna muito mais divertido quando se vive na presença dessas aves.

1) Custo: A gama de aves exóticas de estimação são muitas e geralmente o preço para adquirir uma ave por meios legais é bastante elevado. O fator de outros custos associados com seu pássaro de gaiola inclui alimentos, brinquedos, contas do veterinário, vitaminas e outros produtos de bem-estar. Considerando esses fatores de custo, você deve planejar com antecedência e fazer um orçamento, considerando todos esses fatores de custo. No final pergunte a si mesmo: Eu tenho condições financeiras para ter uma ave exótica e proporcionar boas condições de vida a ela?
2) Tempo e Dedicação: Animais de estimação gostam de ser amadas e cuidadas, por isso é importante que você faça uma avaliação de quanto tempo você tem para gastar com seus pássaros exóticos. Se o seu trabalho ou a natureza não permite que você esteja o bastante em casa, então você deve escolher pequenos pássaros como os Canários.
Curiosidades
A maioria dos pássaros exóticos da família periquitos e papagaios são mais uma espécie de pássaro social que desfrutam da companhia dos seus proprietários, que devem ter muitos cuidados e atenção com eles. Em média a expectativa de vida dos papagaios são cerca de 50 anos, por isso antes de tomar sua decisão esse fator deve ser considerado, já que eles se apegam muito aos seus donos e dificilmente eles aceitarão um novo proprietário.
3) Espaço: Esta é uma questão muito importante. Você não pode economizar no espaço da gaiola. As gaiolas devem ser suficientemente grandes para seu pássaro de estimação, para que possa fazer o exercício das suas asas.
Pavão, Tucanos, Victoria coroado pombo, Arara, Beija-flor, Bicos-de-corno, Abejarruco enano, Cacatuas, Anacã, Canário, Diamante-de-gould, Rosela, Lório arco-íris , Papagaio-escarlate, Rolieiro-de-peito-lilás são alguns dos pássaros exóticos que se destacam por sua beleza.
A biodiversidade brasileira quanto aos belos pássaros exóticos é bem grande, e a demanda de criadores nacionais e internacionais de aves estimulam o tráfico destes animais no Brasil.
Os pássaros exóticos são protegidos pela lei brasileira, ficando o infrator sujeito à Lei 9.605 de 12 de fevereiro de 1998, de Crimes Ambientais. A posse de pássaros exóticos é possível desde que oriunda de criadouros autorizados pelo IBAMA e com a devida documentação de origem.
Pássaros
A conservação dos pássaros e animais da fauna brasileira deveria ser uma preocupação de toda a sociedade, e de cuidado dobrado daqueles que desejam adquirir ou manter um pássaro exótico em ambiente domiciliar.
Colocando como prioridade a consciência ambiental nunca deve se adquirir pássaros exóticos originários do tráfico ou de origem não documentada, porque tal atitude incentiva a retirada de filhotes ou de pássaros adultos da natureza,e isso pode ainda implicar em penalidades determinadas pela Lei dos Crimes Ambientais.


http://animais.culturamix.com/informacoes/aves/passaros-exoticos

Aves exóticas

Aves Exóticas

As aves exóticas são grandes companheiras, estas aves são especiais e a vida se torna muito mais divertido quando se vive na presença dessas aves.

Cuidados
Dependendo do tipo de ave, por exemplo, as aves de estimação podem viver uma vida muito longa e facilmente tornar-se parte integrante da nossa vida.

 http://animais.culturamix.com/informacoes/aves/passaros-exoticos

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Aves Ornamentais


Fabiana Matos
As aves estão entre os primeiros animais domesticados do mundo. Mesmo antes de estabelecer-se em povoados o homem tornou-se amigo das aves. A principio, esses pequenos animais, foram as fontes de alimento e sobrevivência. Tempos depois, a beleza do seu canto e de suas cores fez com que conquistassem seu lugar dentre as criaturas que o homem aprecia ter em casa.
As aves exóticas, com seu canto ornamental, faziam parte das grandes civilizações. Segundo conta a história, desde aproximadamente o ano de 4.000 a. C. os reis e a nobreza do Egito capturavam e engaiolavam pássaros coloridos. Esse passatempo era permitido apenas aos ricos da época.
Com o Império Grego, as aves ornamentais passaram a ser apreciadas como símbolo de posição social, poder e riqueza. No período do Império Inca a situação não foi muito diferente. As famílias mantinham vários papagaios e periquitos domesticados.
No período da Renascença, a popularidade dos pássaros cresceu ainda mais. Com a descoberta do Novo Mundo, os europeus que exploravam as novas terras, levaram à Europa uma grande variedade de pássaros exóticos. Com isso, nesse período cresceu o número de viveiros de jardins.
Como já foi dito as aves vem acompanhando o homem há muito tempo. Nos tempos de hoje, sua popularidade continua grande pois elas podem ser encontradas em diversas casas como animais de estimação.
Como comprar – Gostar do animal e ter certeza da responsabilidade são fatores importantes para quem pretende adquirir uma espécie. Esse animal provavelmente vai permanecer na família durante muitos anos, alguns podem viver até 70 anos.Araras azuis Ao adquirir uma ave, o interessado deve prestar atenção em pequenos detalhes como verificar sobre a saúde do animal. Os fornecedores devem permitir que ave seja examinada por um veterinário antes da venda e que permaneça algumas horas em observação.
Outro importante toque para o futuro comprador é saber o local de origem do animal, pois muitas espécies estão ameaçadas de extinção e isso poderá trazer problemas futuros. Não caia no comércio ilegal isso pode ser perigoso.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Tuim

Um pássaro que adora um banho de chuva
O Tuim é um periquito natural da América Latina, com seis espécies brasileiras. É bonito, manso e pode ser criado em pequenos ambientes. É um exemplo de convivência harmoniosa. São pássaros dóceis, limpos e de um bonito colorido.

O casal desta espécie tem um hábito que demonstra extremo carinho: o de ficar roçando um as penas do outro. Ele emite um chiado agradável, com um som semelhante a "tuim, tuim".

Mas o que eles mais gostam e se divertem bastante é o banho de chuva. Eles demonstram alegria, cantando e arrepiando as penas. Mas banhos desse tipo, ou com esguicho, muito demorados são desaconselháveis pelo perigo dos passarinhos contraírem pneumonia ou resfriado.

Na natureza, gosta de viver em bandos que variam de quatro a vinte indivíduos. Procuram alimento tanto nas copas das árvores mais altas, como em certos arbustos frutíferos. Gostam mais das sementes do que da polpa das frutas. São atraídos por árvores frutíferas como mangueiras, jaboticabeira, goiabeiras, laranjeiras e mamoeiros. Os cocos de muitas palmeiras constituem sua alimentação predileta.

Em cativeiro, a alimentação dos Tuins não difere muito daquela da natureza. Comem sementes (alpiste, painço, girassol), além de verduras, pão, biscoitos.

O Tuim apresenta coloração predominante verde, dorso azul (machos) e penas azuis embaixo das asas. É um pássaro que vive, em média, 12 anos.

Também chamado popularmente de cuiúba, periquitinho, papacu ou simplesmente tuí, o Tuim é o menor da família dos Psitacídeos (a qual pertencem os papagaios), medindo aproximadamente 12 cm e pesando apenas 26 g.

A gaiola adequada para a criação de tuins em cativeiro deve medir 40x40x40 cm, e ser feita de metal, pois em gaiolas de madeira o tuim poderá roer as grades e fugir.

A época ideal para o acasalamento e reprodução ocorre nos meses de clima quente. A postura varia de três a seis ovos, e a eclosão acontece em cerca de 20 dias. Trinta dias depois os filhotes já sairão do ninho com plumas e voando.

Os tuins já sofreram várias mutações de cor, resultando em exemplares totalmente azuis, lutinos (amarelos), canela (amarelo-acanelado), arlequim (mescla de verde e amarelo) e tons de pastel (diluição das outras cores).

Na natureza vive a beira da mata. Ocorre no nordeste, leste e sul do Brasil até o Paraguai e Bolívia, também no alto Amazonas até o Peru e a Colômbia.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Rabo de Vinagre



Rabo de Vinagre
Nome Científico: Estrilda caerulescens
Categoria: Passeriformes





Distribuição

Noroeste africano

Dimensões:
Aproximadamente 11 centímetros

Distinção entre os sexos:
Os dois sexos são muito semelhantes entre si. Os machos podem ser reconhecidos, durante a época de gestação, pelo seu canto.

Características sociais:
Os rabos de vinagre são habitantes tolerantes e pacíficos num viveiro misto. Não devem surgir problemas, quer com rabos de vinagre, quer com outras aves.

Alojamento adequado:
Estas aves podem ser criadas num viveiro ao ar livre, bem como recinto fechado. O alojamento temporário numa gaiola de criação também não deve constituir qualquer problema. Apreciam a vegetação.

Temperatura ambiente:
Em condições normais de inverno, é suficiente que as aves possam recolher-se um abrigo noturno com um bom isolamento. Em climas rigorosos, ou se as aves dão indícios de terem frio inflando as pernas, é aconselhável aquecer o abrigo.

Alimentação:
Mistura de sementes para aves tropicais, com um suplemento de milho painço italiano e sementes de ervas. Também apreciam alimentos à base de ovos, pasta de insetos, alimento universal e alguns alimentos vivos, tais como bicho da farinha picado.
Um dos pratos favoritos é a verdura, por exemplo, pequenos pedaços de ervas frescas. Devem sempre dispor de quantidades suficientes de arenito, para que possam satisfazer as suas necessidades digestivas.

Atividade:
Os rabos de vinagre são aves ativas e com uma grande mobilidade. Se usufruírem de um tratamento descontraído, rapidamente aprendem a confiar no tratador.

Criação:
Os rabos de vinagre fazem criação tanto num viveiro ao ar livre como numa ampla gaiola (16832de criação). Podem recorrer a caixas de ninhos, mas preferem construir um ninho estável no meio de arbustos densos. O ninho esférico é construído com talos compridos de ervas e um pormenor de realce é o fato de o orifício de entrada estar virado para baixo.
Em média, estas aves põem entre três e cinco ovos, chocados alternadamente por ambos os pais. As crias saem dos ovos ao fim de 12 a 14 dias, aproximadamente.
Inicialmente, os pais alimentam as crias com dieta que consiste essencialmente em pequenos seres vivos, tais como bicho da farinha picado, moscas verdes, mosquitos da fruta e pequenas aranhas. As crias adquirem a plumagem um pouco depois das duas semanas de vida.
Antes de se tornarem totalmente independentes, o que acontece quando atingem aproximadamente as cinco semanas, passam a noite no ninho dos pais. Quando tem aproximadamente quatro meses, terão a mesma coloração que os pais.
Se o espaço permite, as crias podem permanecer com os pais, que freqüentemente, estão já ocupados com a ninhada seguinte. Os rabos de vinagre de testa branca que estejam em perfeitas condições físicas e sejam alimentados com uma dieta variada podem criar diversas ninhadas em cada época.

Informações complementares:
Também existe uma variedade de bico-de-lacre cinzento. É um parente próximo do rabo de vinagre de testa branca e necessita do mesmo tipo de cuidados
Fonte:
http://www.feierabendaves.com.br/aves

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Perdiz

Perdiz: ave de carne muito apreciada, encontrada no Brasil e em vários outros países.
Nome comum a diferentes aves de várias partes do mundo.
 A Perdizbrasileira vive nos cerrados e caatingas das regiões ao sul do rio Amazonas. Tem cor avermelhada com tons amarelos, penas dorsais com listras pretas e garganta esbranquiçada.
No entanto, ela não é considerada uma verdadeira Perdiz.
Um grupo de aves do hemisfério Norte é considerado pelos cientistas como o de perdizes verdadeiras.
A ave típica desse grupo é a chamada Perdiz-húngara.
As maiores perdizes-húngaras alcançam cerca de 30 cm de comprimento.
 A parte superior do corpo é cinza, com manchas castanhas e negras.
 A Perdizalimenta-se de grãos, sementes, brotos macios e insetos.
 Nidifica no chão.
 A fêmea põe de oito a 20 ovos.

Fonte: www.klickeducacao.com.br

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Belas Imagens











O jardineiro Paul McGreevy, de 55 anos, estava em Gretna Green, na Escócia, quando capturou imagens inusitadas de um grupo de aves.
 Enquanto voavam, os passarinhos formaram no céu a figura de um golfinho sendo abocanhado por uma baleia.

Fonte web

domingo, 8 de julho de 2012

Pelicano





O pelicano é uma ave da ordem dos pelecaniformes, família Pelecanidae. A sua principal característica é o longo pescoço que contém uma bolsa na qual armazena o alimento. Assim como a maioria das aves aquáticas, possui os dedos unidos por membranas. Os pelicanos são encontrados em todos os continentes, exceto na Antártida.





Eles podem chegar a medir 3 metros de uma asa a outra e pesar 13 quilogramas, sendo que os machos são normalmente maiores e possuem o bico mais longo do que as fêmeas. Pratica uma dieta restrita aos peixes, apesar de já ter sido documentado um pelicano a comer uma pomba.

Espécies:
*Pelicano-vulgar, Pelecanus onocrotalus
*Pelicano-rosado, Pelecanus rufescens
*Pelicano-crespo, Pelecanus crispus
*Pelecanus philippensis
*Pelicano-australiano, Pelecanus conspicillatus
*Pelicano-branco-americano, Pelecanus erythrorhynchos
*Pelicano-pardo, Pelecanus occidentalis
*Pelecanus thagus


Na Europa medieval, considerava-se o pelicano um animal especialmente zeloso com seu filhote, ao ponto de, não havendo com que o alimentar, dar-lhe de seu próprio sangue.
Seguiu-se, então, que o pelicano tornou-se um símbolo da Paixão de Cristo e da Eucaristia.
Ele compunha os bestiários como símbolo de auto-imolação além de ter sido utilizado na Heráldica (um pelicano em piedade).
Esta lenda, talvez, surgiu porque o pelicano costumava sofrer de uma doença que deixava uma marca vermelha em seu peito.
Em outra versão, explica-se que o pelicano costumava matar seus filhotes e, depois, ressucitá-los com seu sangue, o que seria análogo ao sacrifício de Jesus.
Há geralmente estabelecem duas ou três ovos em março ou abril. Incubação dura 28 a 30 dias.
Eles alimentam as suas crias por regurgitação. Emplumar requer 63 a 76 dias, com pouca ou nenhuma pós emplumar cuidados dependendo da duração do tempo gasto os jovens que estão no ninho.
Maturidade sexual é atingida ao fim de dois a cinco anos.

Fonte google Imagens

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Aves raras do Havaí.


Aves raras do Havaí servem de inspiração para a moda






O guia de pássaros David Kuhn,E o repórter conheceu aves incríveis que praticamente só existem alina ilha.
Pássaros raros não são exatamente uma raridade no Havaí.
Ao menos 35 espécies que estão na lista de ameaçadas de extinção podem ser vistas por lá com relativa facilidade.

As fotos da galeria são lindas e mostram toda a riqueza das penas dessas aves.

http://www.destinosedescobertas.com.br/2011/06/aves-raras-do-havai-servem-de-inspiracao-para-a-moda/

domingo, 24 de junho de 2012

Suindara

A Suindara, ou também chamada de Coruja-da-igreja, é uma ave que gosta de viver perto do homem, em cidades e locais com bastante público.
Não é pelo fato da companhia que essa coruja fica entre nós, mas sim pelo fato das nossas construções abrigarem alguns dos seus principais alimentos, como o rato.
Essa coruja possui características muito especias, como a de poder ver pequenas frequências de luz no escuro, fazendo-a uma caçadora noturna tão bem como diurna.
Uma outra característa interessante, é que a Suindara não consegue mover os olhos, só tem a capacidade de movimentar seu pescoço girando-o em no máximo 270º.
Leia mais sobre corujas,
Fonte texto e Imagens: http://animais.culturamix.com/informacoes/aves/fotos-suindara

quarta-feira, 13 de junho de 2012

terça-feira, 5 de junho de 2012

Sensores nos bicos dos pássaros






"Um estudo mostrou que sensores nos bicos dos pássaros podem ser os responsáveis por sua capacidade de voar grandes distâncias sem se perder.
Cientistas alemães disseram ter encontrado minúsculos cristais de óxido de ferro na pele que reveste a parte superior do bico de pombos-correios, organizados num padrão tridimensional que pode ajudar os pássaros a ler o campo magnético da Terra.
O estudo sugere que os pássaros sentem o campo magnético independentemente de seu movimento e de sua postura, e assim conseguem identificar sua posição geográfica.
Há muito tempo que os cientistas tentam descobrir como os pássaros encontram seu caminho, às vezes migrando por milhares de quilômetros para achar a mesma árvore.
o G1.ponto com
"Nossa expectativa é que o receptor do tipo do pombo acabe se revelando uma característica universal de todos os pássaros", afirmou Gerta Fleissner, da Universidade de Frankfurt, autora do estudo publicado na revista Naturwissenschaften de quarta-feira. Segundo ela, células com ferro semelhantes também foram encontradas nos bicos de outras aves e das galinhas.

Texto do G1 - globo.com

Escrito por Fernando Borges   

terça-feira, 22 de maio de 2012

Cientista explica cor turquesa de ovos de ave tropical

Cientista explica cor turquesa de ovos de ave tropical.

 Aves são normalmente muito cuidadosas no que tange a sua prole.
Elas fazem ninhos no alto de árvores, onde poucos predadores podem alcançar. Algumas espécies também fazem ninhos duros, difíceis de quebrar.
 E as espécies que montam ninhos no solo camuflam os ovos, que acabam se confundindo com seus arredores.
Mas o inhambu-de-cabeça-vermelha (Tinamus major) é uma exceção à regra: são as únicas aves rasteiras que produzem ovos coloridos (turquesa).
o tipo de comportamento que deveria levar uma espécie rapidamente à extinção.
 Mas, ao contrário, o bicho pertence a uma das mais antigas famílias de aves
E, segundo um novo estudo, os ovos brilhantes da espécie ajudam a mantê-los vivos.
 O inhambu-de-cabeça-vermelha é uma ave marrom, com barriga e garganta brancas e com cerca de 40 centímetros de comprimento
Sua cor ajuda a escondê-los entre folhas mortas e detritos no chão da floresta.
Eles praticam uma forma de poligamia conhecida a poligiandria em que um grupo de machos tem uma relação exclusiva com um grupo de fêmeas.
 Qualquer macho do grupo pode se acasalar com qualquer fêmea do grupo.
 Uma vez fertilizada, a fêmea põe cerca de três ovos em cinco ou seis dias.
 Os ovos são depositados diretamente sobre folhas ou entre raízes, sem nenhuma proteção.
Após depositar os ovos, a fêmea transfere a responsabilidade de chocar os ovos para o macho.
 Ele passa os próximos 17 dias sentado sobre os ovos, tentando protegê-los, embora ele não seja necessariamente o pai de todos os filhotes.
 PILHA DE OVOS Se as cores dos ovos estivessem atraindo predadores, os ovos seriam comidos nos primeiros dias após serem postos. Mas isso não acontece, segundo artigo no periódico "Journal of Avian Biology". Patricia Brennan, da Universidade Yale usou câmeras de vídeo para monitorar 39 inhambus em uma floresta na Costa Rica.
 Ela descobriu que a predação era mais comum depois que o macho passou a incubar os ovos. Brennan sugere que os predadores localizam os ovos procurando machos que ficam sentados sobre eles em vez de procurar pelos próprios ovos.
 Cerca de 75% dos ovos de inhambu acabam virando almoço de predador, uma alta taxa de perda, mesmo para uma ave tropical, que normalmente perde mais da metade de sua prole
. A autora acredita que os ovos são coloridos para atrair outras fêmeas de inhambu. As fêmeas normalmente compartilham sítios de deposição de ovos, pondo ovos numa mesma pilha. Uma fêmea que localizar um ovo, aproveita para depositar o seu ali também.
 Faz sentido para uma fêmea colocar seu ovo no monte porque um predador não conseguiria comer todos e poderia comer os ovos de outros inhambus, deixando o seu intacto.
Além disso, o monte iria crescer rápido e, consequentemente, um macho iria começar a incubá-lo logo.
 Se Brennan estiver certa, o hábito das fêmeas de inhambu-de-cabeça-vermelha porem ovos chamativos não é tão arriscado assim: um ovo individual tem menos chances de ser comido se estiver em uma grande pilha do que se estiver sozinho.
 O macho, por outro lado, vai estar protegendo ovos que não são dele.


 Fonte: http://ani-mais.blogspot.com/2010/07/cientista-explica-cor-turquesa-de-ovos.html

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Águia de Bonelli






A águia de bonelli ou Águia perdigueira (Hieraaetus fasciatus ou Aquila fasciata) é uma ave pertencente à família Accipitridae.
Esta ave de rapina, devido a ser uma espécie em perigo de extinção, foi classificada em Portugal com o estatuto de conservação "raro" (Livro vermelho dos vertebrados de Portugal continental) e na União Europeia com o estatuto de conservação prioritário.
Tem um comprimento de cerca de 60 cm e envergadura de asas de 165 cm.
Habita normalmente regiões montanhosas, onde pode ser avistada a pairar, geralmente aos pares. A sua silhueta em voo é facilmente confundida com a águia-real, mas distingue-se por ter os "dedos" mais curtos e a cauda mais longa e direita.
São predominantemente residentes, mas alguns indivíduos migram para zonas mais quentes no inverno.

http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81guia-de-bonelli

domingo, 22 de abril de 2012

O condor da Califórnia

Condor da Califórnia

O condor da Califórnia ou condor californiano (Gymnogyps californianus) é uma ave da família Cathartidae. É nativo da América do Norte, sendo actualmente encontrado somente na região do Grand Canyon e das montanhas do oeste da Califórnia, nos Estados Unidos, e ao norte da Baixa Califórnia, no México. Apesar de outros membros fósseis serem conhecidos, é a única espécie sobrevivente do género Gymnogyps.
A maior parte de sua plumagem é uniformemente negra, excepção feita apenas às manchas brancas situadas na parte inferior das asas. A cabeça, desprovida de penas, normalmente possui uma tonalidade amarelada, podendo tornar-se avermelhada ou arroxeada, dependendo do humor da ave. Possui a maior envergadura dentre todas as aves da América do Norte, chegando a 2,90 metros, e está entre as mais pesadas do continente, variando de 7 a 14 kg. É detritívora, alimentando-se de grandes quantidades de carniça. Apresenta uma das maiores expectativas de vida entre as aves, podendo ultrapassar os 50 anos.
O número de condores da Califórnia foi drasticamente reduzido durante o Século XIX, devido à caça, saturnismo e destruição de habitat. Encontra-se na lista vermelha da IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais) e seu status actual é "criticamente em perigo". A espécie já foi considerada extinta em estado selvagem entre 1987 e 1992.
 

segunda-feira, 16 de abril de 2012

..


A Fauna e Suas Belezas !


AVES DO MEU TEMPO

smileys falando

.

.
Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de onde e pousam no livro que lês.Quando fechas o livro, eles alçam vôo como de um alçapãoEles não têm pouso nem portoalimentam-se um instante em cada par de mãos e partem.E olhas, então, essas tuas mãos vazias,no maravilhado espanto de saberes que o alimentodeles já estava em ti... (Mario Quintana) .

.

.
.

...

...
"A renovação (águia de Fogo) Fenix ...devemos aprender com a águia, a ave que voa mais perto do Céu, que vê longe e também tem mais tempo de vida. Ela pode viver até 70 anos! Mas, para chegar a essa idade, ao chegar aos 40 anos, ela precisa tomar uma decisão muito difícil. Devido às suas unhas estarem muito encurvadas, já não consegue mais agarrar suas presas para se alimentar. E seu bico, longo e pontiagudo, fica curvado, voltando-se contra seu peito. As suas penas crescem e se avolumam demais, de forma que suas asas tornam-se pesadas e, assim, fica difícil para ela voar. Para continuar a viver, ela tem de enfrentar um doloroso processo de renovação, o qual dura 150 dias. Ela se dirige a algum lugar próximo a uma parede – onde não necessite voar. Então, começa a bater o bico contra a pedra, até arrancá-lo. Depois, espera até que lhe cresça um bico novo, para que possa desprender suas unhas, uma por uma. Em seguida, espera que estas cresçam, para que possa arrancar as penas. A águia tem de decidir arrancá-los para que estes sejam renovados. Assim, com o bico, as unhas e asas novas, ela pode voar e sobreviver novamente.”
Related Posts with Thumbnails