Seguidores

domingo, 7 de novembro de 2010

Trinca -Ferro Cinza


Trinca ferro cinza - Saltator coerulescens


Nome Científico
Saltator coerulescens
Vieillot, 1817
Nome em Inglês
Grayish Saltator

O trinca cinza é um Passeriforme da família Thraupidae. Também conhecido como Trinca-ferro-cinza, Trinca-ferro-da-amazônia e Sabiá Gongá.

Mede cerca de 20 cm de comprimento. Não há dimorfismo sexual. Juvenil de costas e peito esverdeados e bico com manchas cinzentas. O casal pode cantar sincronizadamente.

Alimentação

Onívoro. Alimenta-se principalmente de frutos.


Reprodução

Atinge a maturidade sexual aos 12 meses. Faz ninho tipo taça, de gravetos e gramíneas. Põe de 2 a 3 ovos azul-claros com finas estrias pretas, tendo de 2 a 3 ninhadas por estação. Os filhotes nascem após 13 dias.



Hábitos

É comum em áreas arbustivas e florestas secas, pastagens abandonadas, campos com arbustos e árvores isoladas, jardins em cidades, clareiras, margens de rios e pântanos em áreas mais úmidas. Vive aos pares ou em pequenos grupos baru-lhentos e fáceis de observar.




Distribuição Geográfica

Presente em grande parte do Brasil, incluindo toda a Amazônia, estendendo-se para leste até a Bahia e em direção sul até Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. Encontrado também do México à Costa Rica e em quase todos os países da América do Sul, com exceção do Chile.

Fonte: http://webserver.eln.gov.br/Pass500/BIRDS/1birds/p486.htm

Fonte do texto e Imagem
http://passarinheiros.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

..


A Fauna e Suas Belezas !


AVES DO MEU TEMPO

smileys falando

.

.
Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de onde e pousam no livro que lês.Quando fechas o livro, eles alçam vôo como de um alçapãoEles não têm pouso nem portoalimentam-se um instante em cada par de mãos e partem.E olhas, então, essas tuas mãos vazias,no maravilhado espanto de saberes que o alimentodeles já estava em ti... (Mario Quintana) .

.

.
.

...

...
"A renovação (águia de Fogo) Fenix ...devemos aprender com a águia, a ave que voa mais perto do Céu, que vê longe e também tem mais tempo de vida. Ela pode viver até 70 anos! Mas, para chegar a essa idade, ao chegar aos 40 anos, ela precisa tomar uma decisão muito difícil. Devido às suas unhas estarem muito encurvadas, já não consegue mais agarrar suas presas para se alimentar. E seu bico, longo e pontiagudo, fica curvado, voltando-se contra seu peito. As suas penas crescem e se avolumam demais, de forma que suas asas tornam-se pesadas e, assim, fica difícil para ela voar. Para continuar a viver, ela tem de enfrentar um doloroso processo de renovação, o qual dura 150 dias. Ela se dirige a algum lugar próximo a uma parede – onde não necessite voar. Então, começa a bater o bico contra a pedra, até arrancá-lo. Depois, espera até que lhe cresça um bico novo, para que possa desprender suas unhas, uma por uma. Em seguida, espera que estas cresçam, para que possa arrancar as penas. A águia tem de decidir arrancá-los para que estes sejam renovados. Assim, com o bico, as unhas e asas novas, ela pode voar e sobreviver novamente.”
Related Posts with Thumbnails