Seguidores

domingo, 21 de novembro de 2010

Marrecos



Marreco Mandarim

- Aix galericulata


Distribuição:

Sudeste da Rússia, nordeste da China, Japão.



DIMORFISMO SEXUAL


A fêmea diferencia pela cor mais esverdeada, menos brilho azul nas penas da asa e uma menor marca branca em volta do olho; também diferencia pela forma do bico. O macho possui plumagem de eclipse. Os jovens lembram a plumagem das fêmeas, embora o bico destas sejam róseos, na época após o acasalamento, ocorre a 1º muda, onde o macho fica parecido com a fêmea, com a plumagem parda, quando chega a época de acasalamento ocorre a 2º muda retornando a plumagem característica.



Mandarim Branco

HÁBITAT.


Lagos, rios, pântanos rodeados por florestas densas preferindo pequenas ilhas e corpos de água com vegetação emergente e abundante.


ALIMENTAÇÃO


Sementes, nozes, grãos, plantas aquáticas, caracóis, insetos e peixes. Alimenta-se de dia e a noite na superfície da água. Em cativeiro alimenta-se de ração industrializada, colocada a beira do lago em pequena quantidade para que a ave possa estar nadando e alimentando-se ao mesmo tempo.


REPRODUÇÃO


Em seu habitat natural inicia-se em abril. Monogâmico, faz o ninho em buraco de árvores. Maturidade sexual é de 1 ano em cativeiro.

Marreco Carolina

Carolina -

Aix sponsa (sign; vestido de noiva)
O macho,é exuberante em sua plumagem adulta. A fêmea possui a plumagem igual a plumagem transitória do macho. A plumagem juvenil lembra a plumagem da fêmea, porém a barriga é mais listrada e manchada na cor amarelada e marrom.

HABITAT.
Habitat - América do norte a oeste de Cuba. Lagos de água doce, brejos, pântanos, rios calmos sempre rodeados por densa floresta.

ALIMENTAÇÃO.
Sementes, castanhas, plantas aquáticas, plantas forrageiras, pequenos moluscos e adoram pastar em terra firme. Em cativeiro, alimentam-se de ração.




Carolina Branco

REPRODUÇÃO.

A época de reprodução do marreco Carolina no Brasil é de setembro a dezembro, sendo que a maior parte dos casais começa a incubação em novembro.



COMPORTAMENTO.

O Carolina é uma ave muito fácil de ser domesticada. A princípio, é arisco mas se for mantido em contato com movimento tornam-se bastante mansos. Existem relatos que o Carolina torna-se animal de estimação.


Carolina Canela

Disputa o título de marreco mais bonito do mundo, com o marreco Mandarim. Também realiza sua postura em ocos de árvores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Fauna e Suas Belezas !


AVES DO MEU TEMPO

smileys falando

.

.
Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de onde e pousam no livro que lês.Quando fechas o livro, eles alçam vôo como de um alçapãoEles não têm pouso nem portoalimentam-se um instante em cada par de mãos e partem.E olhas, então, essas tuas mãos vazias,no maravilhado espanto de saberes que o alimentodeles já estava em ti... (Mario Quintana) .

.

.
.

...

...
"A renovação (águia de Fogo) Fenix ...devemos aprender com a águia, a ave que voa mais perto do Céu, que vê longe e também tem mais tempo de vida. Ela pode viver até 70 anos! Mas, para chegar a essa idade, ao chegar aos 40 anos, ela precisa tomar uma decisão muito difícil. Devido às suas unhas estarem muito encurvadas, já não consegue mais agarrar suas presas para se alimentar. E seu bico, longo e pontiagudo, fica curvado, voltando-se contra seu peito. As suas penas crescem e se avolumam demais, de forma que suas asas tornam-se pesadas e, assim, fica difícil para ela voar. Para continuar a viver, ela tem de enfrentar um doloroso processo de renovação, o qual dura 150 dias. Ela se dirige a algum lugar próximo a uma parede – onde não necessite voar. Então, começa a bater o bico contra a pedra, até arrancá-lo. Depois, espera até que lhe cresça um bico novo, para que possa desprender suas unhas, uma por uma. Em seguida, espera que estas cresçam, para que possa arrancar as penas. A águia tem de decidir arrancá-los para que estes sejam renovados. Assim, com o bico, as unhas e asas novas, ela pode voar e sobreviver novamente.”
Related Posts with Thumbnails